Arquivo da tag: Curitiba

Passo a passo para a locação de imóveis

Você está pensando em alugar um imóvel, mas não sabe por onde começar? Não se preocupe! Este guia passo a passo vai te orientar em todas as etapas do processo de locação, desde a definição de suas necessidades até a saída do apartamento alugado.


Para muitos, a locação é realizar o sonho do primeiro lar, assim como também conquistar a independência. Seja você um jovem profissional, um estudante em busca do seu primeiro apartamento ou uma família procurando por mais espaço, o processo de locação de imóveis pode parecer intimidador à primeira vista. Hoje, preparamos esse blog para facilitar essa jornada, vem com a gente!


Defina suas necessidades


Você é um estudante ou vai na cidade por um médio ou curto prazo? Considere as short stays, ou locação transitória, apartamentos compactos, com baixo aluguel e em regiões estratégicas. Estabeleça as suas prioridades, como: o tamanho do imóvel, proximidade com transporte público, escolas, supermercados e outras comodidades que sejam importantes para você.


Estabeleça um orçamento


É hora de poupar! Encontrar aquele apê bacana com um aluguel bom é incrível, mas sem uma educação financeira e planejamento pode dar problemas no futuro. Determine quanto você pode gastar mensalmente, levando em consideração não apenas o valor do aluguel, mas também despesas adicionais, como contas de luz, água, gás, sua alimentação, taxas de condomínio e eventuais custos de manutenção.


Pesquisa de mercado


As visitas são muito importantes! Agende visitas aos imóveis que mais lhe interessam para avaliar as condições reais e verificar se atendem às suas necessidades. Durante as visitas, não hesite em fazer perguntas sobre o imóvel e sua infraestrutura. E se você procura imóveis incríveis, em várias regiões de Curitiba, a i2000 tem uma equipe de profissionais preparada para te ajudar em todas as etapas do processo!


Verificação da documentação


Uma vez que você tenha encontrado aquele imóvel perfeito, é hora de verificar a documentação necessária. Isso pode incluir comprovante de renda, identidade, CNH, referências pessoais ou profissionais, entre outros.


Contrato de locação


Documentação em dia? Chegou a hora de negociar os termos do contrato de locação, incluindo duração do contrato, valor do aluguel, cláusulas adicionais, entre outros. Depois que todas as partes concordarem com os termos, você assinará o contrato de locação. Verifique se tudo está dentro da lei e conforme o seu planejamento, pois sair antes da finalização do contrato pode levar à multa em algumas situações.


Desocupação do imóvel

Chegou a hora de dar tchau! Comunique o proprietário ou imobiliária com 30 dias de antecedência, e o mais importante: você precisa entregar o imóvel da mesma forma que o recebeu. Pinte as paredes, faça uma faxina, conserte o que estragou e realize uma vistoria de saída. Às vezes, também é preciso apresentar quitação de contas como água, luz, gás e condomínio – se houver. Tudo feito? Agora é só entregar as chaves!

É hora de renovar! 5 dicas de decoração para a sua cozinha

Decorar a cozinha é uma oportunidade para expressar a sua criatividade, transformando esse espaço em um ambiente que é a sua cara. Com um toque de imaginação e alguns truques, é possível criar uma cozinha que reflita sua personalidade.


A cozinha é considerada o coração da casa, um espaço onde a família se reúne, almoços de domingo e jantares à luz de velas são preparados. É o lugar onde memórias e novas receitas são criadas. 

Por ser um ambiente tão importante, é comum que muitas pessoas sonhem em reformar suas cozinhas, especialmente quando elas mantêm a mesma aparência por anos, com armários antigos e trazendo uma sensação de “mais do mesmo” no local. 

Hoje, a i2000 preparou algumas dicas para dar um ar novo à sua cozinha! Vem com a gente:


Armários


Aqui, você tem 3 opções: comprar novos, contratar uma empresa para projetar móveis planejados ou dar aquela repaginada nos antigos. 

Se comprar novos armários ou planejá-los no momento não é uma opção viável, uma possibilidade é pintar ou colocar adesivos nos armários da cozinha.

Abuse de cores mais vivas para deixar a cozinha alegre. Ou, então, opte pelo branco ou tons mais claros. De qualquer forma, o ambiente vai ficar com outra cara.


Tem janela na cozinha?


Que tal colocar umas plantinhas ou flores? Uma ótima opção também é colocar ou mudar as cortinas e personalizar vasos com temperos. Além de refrescar o ambiente, traz um charme. Porém, sem excessos para não carregar o ambiente com muitos itens.


Painéis para pendurar talheres 


Chegou a hora de tirar da gaveta aqueles talheres bonitos que podem ser pendurados na parede, deixando o ar mais descontraído. O legal é instalar aqueles painéis furadinhos e colocar ganchos para pendurar os itens. Opte também por talheres que combinem com a estética da sua cozinha.


Iluminação


Quem cozinha sabe que uma boa iluminação faz toda a diferença na hora de preparar as refeições. Por isso, invista em uma boa iluminação, que pode ter luzes quentes, para deixar o ambiente aconchegante, e luzes frias, para ajudar no manuseio dos alimentos. Se sua cozinha tem teto rebaixado, coloque alguns spots de luz: fica lindo, economiza luz e dura muito tempo. Aposte no LED.


Itens decorativos


Sobrecarregar o ambiente da cozinha vai deixá-lo com uma sensação de ser menor do que realmente é, mas não o decorar também traz um ar de frieza. Então, teste itens como prateleiras suspensas, adesivos, ou até um quadro negro para dar vida a esse ambiente! Você também pode procurar especificamente por itens decorativos de cozinha em várias lojas online para ter uma referência das últimas tendências. 


Procurando casa ou apartamento em Curitiba? Vem com a i2000


E se você já se cansou da sua cozinha e pretende ter um novo ambiente para saborear o seu futuro, venha conversar com a Imobiliária 2000: nós temos profissionais capacitados para encontrar o que você precisa. Entre em contato pelo formulário ou mande uma mensagem pelo WhatsApp: (41) 3250-2020.

Passo a passo para comprar um imóvel: guia completo e prático

Comprar um imóvel é um marco importante na vida de qualquer pessoa. Seja para ter um lar próprio, investir em patrimônio ou garantir estabilidade financeira, essa decisão requer planejamento e conhecimento. 

Neste guia completo da Imobiliária 2000, vamos focar na aquisição de uma casa ou apartamento já pronto para morar para você conhecer o processo de compra de um imóvel de forma organizada e eficiente, aproveite!


1. Defina suas prioridades e orçamento


Antes de iniciar a busca por um imóvel, é fundamental definir suas necessidades, desejos e limites financeiros. Liste as características que são essenciais para você, como localização, tamanho, número de quartos, entre outros. 

Além disso, estabeleça um orçamento realista, considerando não apenas o valor do imóvel, mas também despesas adicionais, como taxas de condomínio, impostos e custos de manutenção. Lembre-se que essa compra é quitada ao longo dos anos.


2. Pesquisa de mercado


Agora que você definiu suas prioridades e orçamento, é hora de iniciar a pesquisa. Utilizar portais imobiliários, agências especializadas e redes sociais para encontrar imóveis que atendam aos seus critérios são boas estratégias, mas se você deseja maximizar os seus resultados e economizar tempo, conte com uma imobiliária com experiência e tradição no mercado


3. É hora de visitar os imóveis


Agende visitas aos imóveis que mais chamaram sua atenção. Durante as visitas, avalie não apenas o imóvel em si, mas também a vizinhança, infraestrutura local e possíveis pontos negativos. Faça perguntas ao corretor e não hesite em solicitar mais informações sobre o imóvel.


4. Negociação


Uma vez que tenha encontrado o imóvel ideal, é hora de iniciar as negociações. Esteja preparado para fazer contrapropostas e negociar o preço, condições de pagamento e inclusão de móveis e utensílios, se aplicável. 

Lembre-se de manter a comunicação clara e objetiva durante todo o processo. Ter clareza sobre os seus limites de negociação é fundamental, assim como confiar no corretor que está intermediando o processo. Assim como você quer comprar, o proprietário também quer vender, então é possível chegar a um entendimento que funcione bem para todos os envolvidos.


5. Documentação


Após chegar a um acordo com o vendedor, é hora de cuidar da papelada. Solicite a documentação completa do imóvel, incluindo escritura, matrícula e certidões negativas. Caso haja necessidade de financiamento, providencie todos os documentos exigidos pela instituição financeira.

Esse processo é bem burocrático e assusta muitos compradores, especialmente os de primeira viagem, por isso, para deixar tudo ainda mais prático, conte com a assessoria da sua imobiliária de confiança.


6. Financiamento (se aplicável)


Se optar por financiar o imóvel, este é o momento de iniciar o processo. Compare as taxas de juros e condições oferecidas por diferentes instituições financeiras e escolha aquela que melhor se adequa às suas necessidades. 

Esteja preparado para fornecer informações detalhadas sobre sua situação financeira e comprovar sua capacidade de pagamento.


7. Assinatura do Contrato


Após a aprovação do financiamento e a análise da documentação, é hora de assinar o contrato de compra e venda. Certifique-se de entender todas as cláusulas do contrato e esclareça quaisquer dúvidas com o auxílio de um advogado especializado em direito imobiliário, caso necessário.


8. Registro do Imóvel


Por fim, é necessário registrar o imóvel em seu nome junto ao Cartório de Registro de Imóveis. Este procedimento garante a segurança jurídica da transação e a transferência legal da propriedade.

Seguindo este guia passo a passo, você estará preparado para realizar a compra do seu imóvel de forma consciente e segura. Lembre-se de contar com o apoio de profissionais qualificados em todas as etapas do processo e não hesite em buscar orientação sempre que necessário.


Quer comprar uma casa ou apartamento em Curitiba?


Você que busca o imóvel certo para o seu estilo de vida, venha conversar com a Imobiliária 2000: nós temos profissionais capacitados para encontrar o que você precisa. Entre em contato pelo formulário ou mande uma mensagem pelo WhatsApp: (41) 3250-2020.

5 dúvidas comuns sobre locação de imóveis

Se você está prestes a embarcar na jornada de alugar um imóvel, ou já está imerso nesse processo, é natural que algumas dúvidas surjam ao longo do caminho. 

No blog de hoje, vamos explorar algumas das dúvidas mais comuns sobre a locação. Desde os documentos necessários até os direitos e responsabilidades do locador e locatário.


1 – Quais são os documentos necessários para alugar um imóvel?


Muitas vezes, ficamos em dúvida sobre quais documentos precisamos para realizar o contrato de locação. Geralmente, os documentos necessários incluem RG, CPF, comprovante de renda, comprovante de residência e, às vezes, referências pessoais ou profissionais, como CNPJ. Também é importante ter uma garantia locatícia, como seguro-fiança, fiador e caução.
 

É importante entrar em contato com a imobiliária ou proprietário para obter uma lista específica de documentos exigidos.
 

2 – Quais são as responsabilidades do locatário e do locador?


É comum que quem vai morar de aluguel tenha dúvidas sobre quem é responsável por determinadas situações e aspectos durante o período de locação. As responsabilidades do locatário geralmente incluem pagar o aluguel pontualmente, manter o imóvel em boas condições e notificar o locador sobre quaisquer problemas. Já as responsabilidades do locador são garantir que o imóvel esteja em condições habitáveis, realizar reparos necessários e respeitar a privacidade do locatário.
 

3 – Como funciona o processo de renovação do contrato de locação?


Quando o contrato de locação está chegando ao fim, é comum que quem mora de aluguel tenha dúvidas sobre como proceder em relação à renovação do contrato. Esse processo geralmente envolve notificar o locatário sobre a intenção de renovar o contrato em um prazo estabelecido. É importante discutir quaisquer alterações nas condições do contrato antes da renovação.
 

4 – É permitido realizar modificações em imóvel alugado?


Alguns locatários podem querer fazer algumas “transformações” no imóvel alugado e podem ter dúvidas sobre quais são as regras e procedimentos para isso.
 

Antes de fazer qualquer modificação no imóvel, o locatário deve obter a permissão do locador. Em alguns casos, o proprietário pode exigir que as modificações sejam desfeitas no final do contrato e será preciso reformar o imóvel.
 

5 – Atrasou o aluguel? E agora?


Imprevistos acontecem e em caso de atraso no pagamento do aluguel, o locatário deve entrar em contato com a imobiliária o mais rápido possível para explicar a situação e tentar chegar a um acordo. Se o atraso persistir, a imobiliária pode tomar medidas legais para cobrar o aluguel em atraso.
 

Como alugar um apartamento em Curitiba?


Você que busca uma imobiliária para administrar a venda ou locação do seu imóvel, venha conversar com a Imobiliária 2000: nós vamos encontrar o cliente certo para você!
 


Entre em contato pelo formulário ou mande uma mensagem pelo WhatsApp: (41) 3250-2020.

Apê pequeno? 4 dicas para deixá-lo mais funcional e confortável

Combine tecnologia com a decoração e otimize o espaço do seu apartamento e studios. 


A chave para tornar um apê ou studio confortável é encontrar o equilíbrio entre funcionalidade e estilo, aproveitando ao máximo cada centímetro para criar um espaço que seja prático e atraente. 

E você ainda pode unir estilo com tecnologia, uma tendência que está redefinindo a forma como vivemos, oferecendo vários benefícios que vão desde a conveniência até segurança

Hoje, separamos algumas dicas para te ajudar a dar ao seu apartamento um ar de amplitude e modernidade.


1 – Conforto e tecnologia


Escolha móveis que servem a múltiplos propósitos, como um sofá-cama que pode ser usado para dormir à noite e como sala de estar durante o dia. Mesas dobráveis, bancos com espaço de armazenamento embutido e camas com gavetas são ótimas opções para maximizar o espaço em um apartamento. 

Você também pode otimizar o seu conforto tornando o seu apê uma smart home, ou moradia inteligente. Assim, você usa suas assistentes virtuais, como Alexa, Apple Siri para criar uma automação residencial no seu lar: você pode programar rotinas e cenários de acordo com as suas preferências com o objetivo de otimizar tarefas diárias, como ajustar a temperatura, ligar ou desligar as luzes e fechar as cortinas usando apenas o controle de voz. 


2 – Espaços inteligentes, elementos visuais e cores


Se desejar criar áreas diferentes em seu apartamento, como sala de estar, sala de jantar e/ou um quarto, use tapetes, estantes ou cortinas para dividir visualmente o espaço. Isso ajuda a criar uma sensação de divisão sem a necessidade de paredes físicas.

Cores claras e neutras ajudam a ampliar visualmente o espaço e a torná-lo mais luminoso e ventilado. Paredes brancas, combinadas com móveis e acessórios em paletas de cores suaves, ajudam a criar uma sensação de amplitude. Você pode ainda adaptar espaços inteligentes, como locais de armazenamento.

Procure por soluções como prateleiras suspensas, cestas decorativas e caixas organizadoras para manter o espaço organizado e livre de bagunça. 


3 – Segurança 


Apartamentos são considerados mais seguros, pois dispõe de zeladores, portarias e outras comodidades que outros tipos de residências não têm.

Nas smart homes, por exemplo, você pode inserir sistemas de segurança como câmeras, sensores de movimento e fechaduras inteligentes, que oferecem maior proteção e tranquilidade, permitindo monitorar o acesso a partir da tela do seu celular ou qualquer outro lugar. 


4 – Iluminação e dispositivos conectados


Além da luz natural, incorpore iluminação ambiente para criar diferentes espaços e destacar elementos específicos da decoração. Luminárias de parede, de piso e arandelas são ótimas opções para criar uma atmosfera acolhedora no apartamento ou studio.

Eletrodomésticos, termostatos, iluminação, sistemas de segurança e fechaduras são alguns exemplos de dispositivos que podem ser conectados à rede doméstica do seu apartamento e podem ser controlados remotamente por meio de aplicativos ou comandos de voz.


Como alugar um apartamento em Curitiba?


Você que busca uma imobiliária para administrar a venda ou locação do seu imóvel, venha conversar com a Imobiliária 2000: nós vamos encontrar o cliente certo para você!

Entre em contato pelo formulário ou mande uma mensagem nos nossos WhatsApps: (41) 3250-2000

Quais as expectativas do Mercado imobiliário para 2024?

A tendência do mercado imobiliário em 2024 será de crescimento, com base na queda da taxa básica de juros (Selic), no início da produção de unidades da faixa 1 do Minha Casa Minha Vida e no incremento de 50% nos saldos das contas do FGTS.


Queda na Selic:


O setor imobiliário tem uma relação inversa com a taxa de juros. Ou seja, quanto mais baixa é a Selic, maiores são as vendas de imóveis por meio de financiamentos.

O caminho das taxas de juros é decrescente, com o Banco Central atuando para um número em torno de 9% até o final de 2024 e, com isso, o comprador consegue uma linha de crédito mais favorável para a compra de imóveis.


Minha Casa, Minha Vida


O MCMV impulsiona o mercado imobiliário como um todo, angariando novos potenciais consumidores e aquecendo o setor.

O limite de renda mensal e dos valores máximos dos imóveis elegíveis expandiram a base dos compradores, além de que agora é possível financiar imóveis usados, elevando a procura.


O mercado de imóveis de médio e alto padrão em 2024


Além das políticas voltadas para a habitação popular, o mercado de imóveis de médio e alto padrão também deve apresentar crescimento. Este segmento, frequentemente um termômetro da saúde econômica geral, pode contar com um aumento de compradores, motivado por condições de crédito.


Desafios e oportunidades 


Apesar das previsões serem positivas, é essencial reconhecer os desafios trazidos por um contexto econômico global incerto. Fatores como a estabilidade do emprego e a inflação seguem sendo preocupações básicas que podem afetar a confiança do consumidor e, consequentemente, o mercado imobiliário.

Na ponta do consumo, a redução da taxa de desemprego, indicando futura estabilidade e leve crescimento da renda média, deve permitir às famílias um menor endividamento e capacidade de fazer planos para a aquisição do imóvel próprio.

Em resumo, em um cenário projetado com taxas de juros menores, inflação sob controle e decrescente, empregabilidade estável e enorme demanda habitacional, 

2024 será um ano de oportunidades relevantes no mercado imobiliário brasileiro. 

Porém, para aproveitar ao máximo essas oportunidades, compradores, vendedores e investidores precisarão estar bem atualizados e adaptáveis às mudanças do mercado. A chave para o sucesso será uma combinação de atenção, flexibilidade e um conhecimento profundo das dinâmicas do mercado.


Como alugar um apartamento em Curitiba?


Você que busca uma imobiliária para administrar a venda ou locação do seu imóvel, venha conversar com a Imobiliária 2000: nós vamos encontrar o cliente certo para você!

Entre em contato pelo formulário ou mande uma mensagem nos nossos WhatsApps: (41) 3250-2020 (venda), (41) 99641-6644 (locação).

    1 2